Facebook pagará R$ 5 mil a usuário que teve Instagram invadido

Compartilhe Esta postagem

Um hacker se passou pelo usuário no Instagram e fez diversas publicações com o intuito de obter vantagem indevida.

Usuário que teve perfil do Instagram invadido será indenizado em R$ 5 mil por danos morais. A decisão é do 6º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo de São Luís/MA ao condenar a plataforma.

Na ação, a parte autora afirmou possuir uma conta no Instagram, com aproximadamente 11 mil seguidores. O autor alegou que, em janeiro de 2021, teve seu perfil invadido para ser em finalidades ilícitas. Diante de várias reclamações, e sem resposta do Instagram, ele buscou a Justiça requerendo o restabelecimento do perfil e indenização por danos morais.

O Instagram, por sua vez, argumentou que o autor negligenciou a proteção de sua conta e que, por isso, não teve culpa do fato ocorrido.

Na sentença, o 6º Juizado registrou que o autor, ao saber dos fatos, tomou as providências necessárias no sentido de comunicar à empresa para que houvesse o restabelecimento da sua conta; no entanto, não teve êxito.

Para o magistrado daquele juízo, o Facebook/Instagram tinha todas as possibilidades de solucionar o problema e não o fez. “Dessa forma, constitui dano moral o prejuízo decorrente da agressão à dignidade humana, que provoca constrangimento, mágoa ou tristeza na intimidade da pessoa, e se diferencia daquelas situações que causam meros aborrecimentos”

Por fim, o juiz condenou o Facebook a proceder à recuperação da conta do autor, bem como proceder ao pagamento de 5 mil reais, a título de dano moral.

Informações: TJ/MA.

Fonte: Migalhas

Postagens relacionadas

Como a LGPD pode afetar o seu negócio

Toda empresa coleta dados, seja de funcionários, parceiros, fornecedores ou clientes. Entretanto, segundo pesquisa realizada pela BluePex, apenas 4% (quatro por cento)[1] das empresas de