Juíza determina que Instagram reative conta de influencer

Compartilhe Esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Uma rede social não pode banir um usuário sem a comprovação de que ele violou os termos de uso do aplicativo. A partir desse entendimento, a 19ª Vara Cível de São Paulo determinou que o Facebook reative a conta do Instagram de uma digital influencer que teve o perfil desativado sem justificativa e comunicação prévia.

Segundo o processo, a autora utiliza a rede para fins profissionais na área de vestuário e acessórios e que o perfil é uma ferramenta essencial ao marketing dos produtos. A influencer alegou que sua conta foi excluída pelo Instagram sem quaisquer explicações e que o perfil cumpria os “Termos de Uso “do aplicativo. A autora ainda afirma que procurou a plataforma para tentar restabelecer a conta, mas não obteve sucesso, e entrou com ação.

Ao analisar os autos, a juíza Camila Rodrigues Borges de Azevedo observou que “o dano irreparável ou de difícil reparação, por sua vez, encontra-se consubstanciado no uso profissional da conta, relatando a autora que depende da divulgação que faz naquela rede social para continuidade dos seus negócios”. “A medida pretendida, no mais, não é irreversível, pois poderá a requerida demonstrar objetivamente se havida qualquer infração aos seus termos de uso e, nesse caso, será revogada a tutela que ora se concede”, afirmou.

Assim, a magistrada determinou a imediata reativação da conta para que a autora possa exercer a sua atividade comercial.

1046211-39.2021.8.26.0100

Fonte: Conjur

Postagens relacionadas

Open chat